Presidente do TCE Amapá assume diretoria na Atricon

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede - quinta, 14 de novembro de 2019
Presidente do TCE Amapá assume diretoria na Atricon
TCE - Comunicação

O presidente do Tribunal de Contas do Amapá, conselheiro Michel Houat Harb, foi eleito na quarta-feira (13/11), para a compor a nova diretoria da Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), para o próximo biênio 2020/2022.

A eleição que aconteceu durante reunião dos presidentes, no I Congresso Internacional dos Tribunais de Contas, em Foz do Iguaçu (PR), também reconduziu o conselheiro Fábio Nogueira à presidência da Atricon.

Michel Harb compõe a Diretoria de Relações Político-Institucionais, que tem entre outras funções, apoiar a Presidência e as Vice-Presidências da Atricon nas atividades junto a Poderes, órgãos e entidades governamentais e a outras instituições parceiras nacionais; desenvolver parceiras relacionadas aos interesses dos associados e ao Sistema Nacional dos Tribunais de Contas; e acompanhar o processo legislativo sobre temas que impactam os interesses dos associados e o Sistema Nacional dos Tribunais de Contas.

O presidente conselheiro Fábio Nogueira (TCE-PB), em breve manifestação, agradeceu o empenho de todos os dirigentes da entidade.

A  assembleia geral, composta por conselheiros e conselheiros substitutos dos 33 Tribunais de Contas do Brasil, aprovou a alterações propostas no Estatuto da Instituição, que estabelecem mudança do endereço da sede e aumenta para 5 o número de diretores.

Para o presidente do TCE Amapá, conselheiro Michel Harb, participar do I Congresso Internacional dos Tribunais de Contas, com a apresentação de dois artigos científicos produzidos pelos servidores do TCE AP, e ter três conselheiros compondo as direções do IRB e Atricon é um salto para a Corte de Contas amapaense que ganha destaque nacional por sua postura, atuação e serviços prestados à sociedade. “Finalizamos este evento cheio de orgulho, levando para nosso Estado o reconhecimento nacional dos demais Tribunais de Contas do país”, concluiu.